Pesquisar este blog

domingo, maio 07, 2006

Thomas Merton

"Diálogos com o Silêncio", Thomas Merton, ed. Fissus, pg. 43:

"Meus Deus, tranca-me na Tua vontade, prende-me
no Teu amor e na Tua Sabedoria, atrai-me para Ti
mesmo. Nunca farei coisa alguma quando a razão
mais forte para fazê-la for somente minha própria
satisfação. Eu desejo Tua Vontade e Teu Amor. Eu
me entrego cegamente a Ti. Confio em Ti. Tu
realmente me queres na solidão? Então conduze-me
para lá e purifica o caminho de toda a minha
vontade própria e de meus próprios desejos.
Confio cegamente em Ti. Quero permanecer próximo
a Ti, qualquer que seja a escuridão, quaisquer
que sejam meus temores. Conduze-me para fazer
todas as coisas no Teu próprio tempo e do Teu
próprio modo."

E podemos acrescentar: "AMÉM!"
Que beleza de texto não é? Precisamos aprender
isso. Viver o "Sacramento do Momento Presente" e
da Vontade de Deus.
Tantas vezes queremos fazer a nossa vontade, e não a d'Ele!
Que o Espírito nos torne dóceis à Sua Santa Vontade.
Um abraço fraterno,
n'Ele,
Jandira

Um comentário:

Jean Marconi disse...

Realmente, belíssima oração. Grato! Amém